Publicado por: Flavia Sbragia | 12/08/2013

Novamente Castelnuovo di Garfagnana

Hoje é dia de falar sobre alguns de seus pontos turísticos. Na publicação anterior mencionei as atividades naturais e rurais que a região oferece e ainda falei um pouco sobre sua história e localização. Agora é a vez de entrar e ver as construções que ela nos apresenta.

Duomo-di-Castelnuovo-di-GarfagnanaO Duomo, ou se preferir, a Catedral

Dedicada à São Pedro e São Paulo tem sua origem datada do século X, no entanto em meados dos anos 500 ela foi reconstruída pela velha igreja românica. No período barroco foram feitas mais algumas alterações em seu interior, preservando somente a sua fachada. Com a segunda guerra, devidos aos ataques bélicos aéreos, vários danos foram causados em toda a sua estrutura, a sua nova restauração revelou suas antigas linhas clássicas.

Em seu interior podemos ver as seguintes obras artísticas protegidas:   A “Pala di S. Giuseppe” feito de cerâmica vitrificada; o  “SS Crocifisso”, escultura em madeira datada do século XV, popularmente chamada de  “Cristo Nero”; A “Madonna con Santi”, tela de Michelle di Rodolfo del Ghirlandaio; um quadro de mármore da oficina em Lucca Civitali; além de outras pinturas.

Outros lugares religiosos importantes de serem visitados são: O Convento de São Giuseppe, o Morro de São Nicolau, a Porta Miccia, o Oratorio da B. vergine. o Oratorio de Santo Antonio, o Oratorio de São Carlo, o Oratorio de Santa Lucia e o Oratorio da Santa Cruz

Sala_Teatro_Alfieri_Asti_dal_PalcoTeatro Alfieri

Considerado o teatro mais representativo do Vale Serchio, foi construído em 1860, a pedido dos anciãos da cidade. Desenhado por Antonio Vittoni, ele demonstra nas formas e linhas decorativas, tanto interna quanto externamente, o papel e as ambições de um povo durante a segunda metade do século XIX. Inicialmente somente apresentava programas líricos, hoje já é grande o seu repertório artístico.

La Rocca Ariostesca

Assim é chamado o museu de história local. O castelo da cidade. Construído por volta do século IX, apresenta torres nos cantos e uma RoccaWebtorre quadrada no centro, forma típica das construções medievais. Como quase todas as construções da região, sofreu mudanças estruturais por causa dos bombardeios da guerra.

Já foi usado como prisão. Durante o governo de Lucca, quando recebeu maior impulso,  foi sede do governo e residência dos comissários, mas hoje, como museu, reúne um extenso registro arqueológico do Vale do Serchio. Possuí uma mostra didática permanente sobre a evolução humana encontrados na Garfagnana, desde o mesolítico, passando pela idade do ferro, até chegar à ocupação romana.

Fortaleza Montalfonso

Foi construída no final do ano 500 para oferecer à cidade um refúgio seguro e de defesa em caso de ataque e cerco.  Apresenta um longo muro com sete baluartes colocados assimetricamente para atender às características do solo irregular. Em seu interior ficavam os edifícios para as tropas e escritórios, soldados e oficiais, hoje restam apenas sete em boas condições, pois muitos deles foram demolidos. Sua porta principal fica de frente para o noroeste. Ainda bem preservada, nela podemos ainda ver o emblema da Garfagnana.

E é ao seu redor que o “Caminho de Ariosto” foi feito. Um passeio que possibilita, através do verde, caminhar ao redor do forte chegando ao que é a capital da aldeia periférica chamada de Torrite.

* fotos 1 luccalive.com;
2 Capitanomont ;
3 robertarossi.it

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: