Publicado por: Flavia Sbragia | 12/09/2010

Um pouco mais de Florença

Continuação do post Florença, sempre Florença.

(…) Depois desse maravilhoso momento, o almoço, hora de passar pelo Porcellino na “Loggia del Mercato nuovo”. Um lugar aberto, mas coberto, onde encontramos várias barracas de roupas, objetos de couro, bolsas e souvenirs. Mas o que é o Porcellino?

Porcellino, é uma fonte de bronze em forma de javali, mas que resolveram dar o nome de porquinho. Originalmente feito por Pietro Tacca em 1612, era para ser uma das esculturas do Jardim de Bobboli, mas que foi logo transferida para o mercado.

Hoje em dia é um símbolo de superstição da cidade. Turistas do mundo inteiro vão ao seu encontro para tentar, ou melhor, testar a sorte. Dizem que colocando uma moeda na língua, bem entre os dentes, do javali com a intenção de deixá-la cair e assim sendo ela ir direto para o ralo, sem encostar nas grades é um sinal de sorte.

Outra superstição é de que esfregando o seu focinho, real razão para essa ser a única parte da estátua que está limpa e brilhante enquanto o resto está marrom esverdeado, você terá um retorno garantido à cidade. Pelo sim, pelo não essa eu nunca deixo de cumprir. Vou lá esfrego bastante e ainda abraço o bicho. Até agora está adiantando.

Andando um pouco mais pelas suas várias, chiques, famosas e históricas ruas chegamos à uma praça enorme, chamada de Circolo Teatro del Sale, onde ao fundo podíamos ver toda a beleza da Basilica di Santa Croce. Beleza sublime!

Ah! Pessoal, um museu que estava no prêmio e que ainda não tínhamos ido mas que é muito interessante, é o Galileo. Ele fica próximo à Lungarno (ao longo do rio Arno), na Via dei Leoni. Lá além dos vários experimentos, estudos de Galileo, você ainda encontra peças de Copérnico entre outros cientistas. Nada como ver invenções que deram o início para toda a nossa física, matemática, biologia. Ou seja nosso mundo de hoje. Uma ciência antiga super atual.

Antes de irmos embora da cidade, já que no mesmo dia ainda tínhamos uma ópera para assistir e teríamos que voltar à Viareggio, tentamos ir ao mercado da cidade.

Um casarão antigo onde há várias lojinhas de comidas típicas. Melhor dizendo é um mercado normal, vende comidas de lá para os próprios moradores, mas ele é lindo. É muito legal ver as massas penduradas, os condimentos expostos, as carnes, vinhos, ou seja tudo de lá que para nós é uma delicia a parte. Mas infelizmente ele estava fechado. Só passamos por perto, no lado de fora.

Para chegar nesse mercado, chamado de Mercato Centrale, é só apanhar ou Via Nazionale, ou a Via Snt’Antonio, indo da direção Estação de trem – Piazza della Indipendenza. Mas é muito fácil também porque ao lado do mercado à a Piazza del Mercato Centrale. Pronto é só chegar e desfrutar dessas saborosas iguarias.

Pronto, mais um dia chuvoso sim, mas inesquecível, em Firenze.

*Fotos arquivo pessoal
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: