Publicado por: Flavia Sbragia | 08/08/2010

A cidade da Torre Pendente

Cidade da Torre pendente, sim, estou falando exatamente de Pisa. Sua origem permaneceu desconhecida por séculos. Provavelmente foi fundada ou por Pelasgi, ou gregos, etruscos ou Lígures. Pois há vestígios desses povos em seu subsolo.

Uma curiosidade da cidade é sobre justamente o seu solo. Pesquisas já comprovaram que a cidade que hoje está distante, aproximadamente, uns 11 Km do litoral, um dia foi um dos portos do que hoje compreende a região.

Em 1016 Pisa junto com Genova e mais outros aliados conseguiram o controle do Mar Tirreno, expulsando os sarracenos e assim conquistando Córsega e Sardenha. Século depois foram conquistadas ainda as ilhas Baleares. Nessa época Pisa era à beira-mar, bem na foz do rio Arno.

Seu ápice foi alcançado entre os séculos XII e XIII, quando eram os seus navios que controlavam toda a região do Mediterrâneo. No entanto, sua rivalidade com Gênova aumentava a cada dia até que no século XIII resultou na Batalha Naval de Meloria, em 1284. Essa guerra acabou por derrubar a potência Pisa, tornando então Gênova a detentora de todo o poderio para atacar a Sardenha.

Normalmente quando pensamos em Pisa logo nos vêm a cabeça a imagem de sua torre. Sim, ela é uma construção que por descuido de seus construtores virou uma atração fantástica. Ela, juntamente com o seu Duomo (ou seria a Duomo com sua Torre? Já que ela foi projetada justamente para ser um anexo, a detentora do sino da grande catedral) e o Batistério formam o que hoje é chamado de Parco dei Miracoli, Parque dos milagres. Sim é um milagre que aquela torre ainda esteja de pé. Milagre e um pouco de consideração dos homens.

A torre teve um inicio desastroso, foi mal elaborada tanto na escolha do terreno quanto a compactação da sua fundação. Ela foi pensada para ser na vertical, mas logo foi pendendo para sudeste já em 1173. Hoje sua inclinação é para sudoeste e a diferença do que seria o projeto original para o que é atualmente dista de 3.9m a distancia original do seu topo para o que podemos ver agora.

No entanto o homem de hoje já deu uma contribuição para esse que hoje é um dos cartões postais não só da Região como de toda a Itália (junto com o Coliseu, por exemplo). Sua estrutura agora é internamente controlada por um pêndulo que faz o contrapeso da construção não a deixando curvar ainda mais, mas tudo isso sem deixá-la perder todo o encanto que conseguiu ter somente por essa sua característica peculiar.

Já subi até seu topo, realmente é esquisito e encantador ao mesmo tempo. Você começa subindo normalmente as escadarias, que são em formato de caracol, e aos poucos seu corpo é “prensado” junto a parede. Isso se dá justamente por causa da sua inclinação. Onde a Torre é mais inclinada, mais encostado na parede você fica, e isso vai aumentando a cada lance de degraus superado.

Finalmente lá no topo, não tive uma sensação tão boa quando percorri justamente o local mais inclinado dela. Tinha a sensação de que eu fosse cair, que viraria uma das experiências sobre a gravidade de Galileu Galilei. Mas o visual da cidade e de todo o seu entorno supera tudo, além do que não é em toda a parte do seu topo que senti isso. Na parte mais distante do solo, a noroeste, não é um lugar estranho, não dá a sensação de que se vá cair. De qualquer forma sua subida não é recomendada para aqueles que sofrem de vertigem.

Mas Pisa não é só Torre e Campo dos Milagres. Na cidade ainda encontramos a Piazza dei Cavalieri, a igreja de Santo Stefano dei Cavalieri, a igreja de St. Sisto, a igreja de St. Francisco, a igreja de San Frediano,o Orto botânico di Pisa, o Palazzo Reale, etc. Vale a pena dar uma volta pela cidade e sair da parada estratégica das excursões de turismo.

* Fotos tiradas do site http://www.tripadvisor.com
Anúncios

Responses

  1. Flavia ,

    Parabéns ! Seu Blog é fantástico ! Percebe-se o carinho , dedicação e conhecimento que tens com ele e a Toscana .
    Meus cumprimentos e votos de sucesso ,

    Sérgio Queiroz


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: