Publicado por: Flavia Sbragia | 15/05/2010

Uma Toscana “VirtuReal” *

Hoje vamos falar em uma Toscana um pouco incomum em nosso imaginário. Quando falamos nela e dela sempre nos referimos à sua geografia e história, suas artes e seu povo. No entanto falaremos de uma Toscana completamente inserida no mundo muito mais que atual, em um mundo até quem sabe futurista, ou melhor, no mundo dos jogos em terceira dimensão, os tão chamados 3D.

Uma Toscana antiga, mas ao mesmo tempo moderna. Que por todas as suas características passou a ser imaginário de escritores de jogos virtuais. Que a cada dia se identifica com qualquer publico que a queira conhecer. Basta livrar-se de quaisquer pré- conceitos.

O jogo chama-se Assassins Creed, no nosso caso é mais propriamente o 2. Não se assustem com o nome. Por mais trágico que seja, não é tão sanguinário, não vemos tantos jatos de sangue pintando a nossa tela, fato muito comum em jogos de luta e disputas. Ele é uma série, onde a terceira ainda está em desenvolvimento, onde a personagem do jogo percorre as cidades em busca do seu objetivo. E em cada cidade percorrida à uma missão diferente a ser cumprida. tem os objetivos primários, que são importantes para o andamento do jogo e os secundários, que fica a cargo do jogador.

O objetivo principal do jogo, sendo você a personagem principal, é encontrar as pessoas responsáveis que acabaram com sua família, durante sua caminhada, você pode comprar itens como roupas novas, armas, etc. Tudo para melhorar seu arsenal e habilidades. O jogo em si só é violento nas batalhas, principalmente contra os guardas.

Mas o mais incrível não está no objetivo, nem nas artimanhas que você pode fazer ao jogar. O AC 2 é todo ambientado em uma Itália Renascentista. Roma, Veneza, Forli e algumas cidades da Toscana, como San Gimignano, Florença e Monteriggioni são os cenários das batalhas. E convenhamos, que cenários!!! Pois a fidelidade dos desenhistas foi incrível. Realmente, você está lutando dentro da Toscana e de qualquer uma das outras cidades.

Cada detalhe de cada casa, cada museu, cada catedral, cada rua, enfim, está alí desenhado e mostrado fielmente. Uma espetacular atenção dos criadores do jogo. Você realmente sente como se a personagem estivesse na cidade real. Isso é muito mais sentido de você já conhecer ou por fotos ou pessoalmente cada local por onde ele passa. Mas não deixa de ser menos fantástico por quem não a conhece de alguma forma. E isso pode ser visto em qualquer trailer de anuncio dele.

O Jogo alterna entre o tempo atual e o passado , no início a nossa personagem se chama Desmons Miles, um paciente de um laboratório chamado Abstergo , nesse laboratório ele volta no tempo , como quem entra em hipnose, pra saber quem foi nas vidas passadas. Descobre, então, que ele tinha na verdade duas vidas passadas. No AC 1 ele se chamava Altair e o jogo era ambientado no tempo das cruzadas. Já no AC 2 ele se chama Ezio e vive na Itália

Então nosso personagem em questão é chamado de Ezio Auditore Da Firenzi. É de uma família muito conhecida, seu pai e seus irmãos são enforcados em praça publica porque foram acusados de traição, a partir daí, você se torna um assassino e passa a procurar todas as pessoas que fazem parte de uma irmandade, seu objetivo é executar cada um e para isso contará com a ajuda de outras pessoas durante o jogo. Também é muito importante prestar atenção nas conversas paralelas no decorrer do percurso.

Para os jogadores de plantão um aviso. Existem jogos que precisam de conexão com a internet, e o AC 2 é um deles. Se você estiver jogando e a conexão cair, o jogo fecha. Outra coisa é a compra de itens pela internet pra completar o jogo, por exemplo uma arma ou algum mapa ou cena extra, etc. O AC existe para ps3, xbox 360 e pc, nas versões para ps3 e xbox 360 você precisa baixar cenas extras se quiser deixar o jogo completo, já na versão para pc você não precisa porque essas cenas já vem inclusas, é igual a um filme, quando tem no menu “cenas apagadas”. E ainda, o jogo em si pode ser comprado em qualquer loja de games.

Aos não jogadores, aqui está uma verdade da Toscana. Que com todo o seu encantamento e magia. Mesmo sendo uma terra antiga, ainda é presente na mente dos jovens saborear toda a sua inspiração e aventuras.

Para saber um pouco mais sobre como os criadores pensaram nesse jogo e o por que de Florença, a Toscana em si,  ser eleita como pano de fundo para as aventuras clique aqui e veja os depoimentos dos autores desse jogo. O vídeo é em inglês.

* Esse post foi feito com a colaboração de Gustavo Gouvêa. Ele é o jogador que me apresentou e passou as informações do Assassins Creed 2. Deixo aqui o meu Muito Obrigada!
Anúncios

Responses

  1. A perfeição dos cenários reproduzidos é incrível!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: