Publicado por: Flavia Sbragia | 10/04/2010

“Giro” in Toscana

Sétima etapa do Giro, essa é a única que começa e termina na Toscana. Iremos percorrer toda a sua extensão, de Carra a Montalcino. Toda a sua beleza será melhor mostrada e apreciada nessa parte do evento. Campos de Girassóis, já que a época é plena primavera, colinas, montanhas, o litoral e tudo mais que torna a Toscana essa região tão encantadora, tão mágica e fascinante.

Começemos nosso “Giro” em nossas bicicletas imaginárias, seguindo todo o percurso toscano que os atletas irão percorrer. Como já falamos anteriormente em Carrara e ela será o ponto inicial dessa 7ª etapa, começaremos hoje por “Forte dei Marmi” e seguiremos até “Casole d’Elsa”. Amanhã terminaremos a etapa indo até “Montalcino”.

Forte dei Marmi é uma cidade litoranea da provincia de Lucca. Procurada pelos Turistas de todos os cantos do mundo durante o verão, a cidade é conhecida pela sua relação com a natureza local. Jardins e pomares convivem em perfeita hamonia com as luxuosas vilas.

O nome da cidade vem de uma fortaleza localizada no meio da paça principal. Hoje museu, ela foi erguida para a defesa da costa dos ataques exteriores. Mas entre os séculos XIX e XX foi lugar onde guardava os marmores extraídos dos Alpes Apuani, ou seja, o famoso Mármore de Carrara, que depois eram enviados para o embarque no cais.

Viareggio, também chamado de “Riviera Versila”, é a segunda maior cidade da provincia de Lucca. Situa-se próxima ao rio Versila.

Conhecida como uma estância balnear, possui vários resorts a moda Riviera, ou seja com praias turistiscas e clubes que são frequentados por celebridades locais.

A cidade também é conhecida mundialmente por seu famoso carnaval, o “Carnaval de Viareggio” que é datado desde 1873, seus carros alegóricos desde 1925 e também pela “Passeggiata”, que é um passeio feito a cavalo pela avenida principal nas semanas que antecedem a Páscoa.

A cidade no século XVI tornou-se a unica saída para o mar para a República de Lucca. Sua construção mais antiga é a Torre Matilde, construida pelos Lucchesi em 1541 para a defesa dos combates constantes dos ataques de corsários.

Seu centro industrial e de fabriação é bem ativo, além da pesca e da floricultura que ainda são setores fundamentais para a economia da cidade. Possuí o reconhecimento em todo o mundo pela sua indústria naval.

Viaregio ainda promove o ‘Premio Viareggio letterario Répaci” para a literatura e também o “Gaber Festival”, em homenagem a Giorgio Gaber e que é frequentado por vários músicos de alto nível italiano.

Pisa é conhecida pela sua torre pendente. Ela juntamente com o batistério e a Catedral forma a tríade turística do Campo dei Miracoli, ou Piazza dei Miracoli. Lugar onde os turistas tiram as famosas fotos “segurando” ou até “empurrando” a torre.
Recentemente arqueólogos revelaram a existência de um grande porto fluvial da época romana no seu subsolo. Encontraram mais de 30 embarcações, algumas até intactas e com mercadoria que transportavam na época, possibilitaram um estudo maior e a recuperação de muitos dos seus objetos. Isso só foi possível devido aos sedimentos depositados ao longo do tempo pelo Rio Arno. Ali se situava o Porto das Maravilhas, que há 20 séculos encontrava-se a 4km do mar, estando hoje afastado a 17km do litoral.

A inclinação da Torre,acreditam os cientistas, foi justamente ocasionada devido a que nesse lugar anteriormente existia mar ou um estuário maior que o atucal.

Pisa tem outra curiosidade não tão comentada por aqui. Diz a lenda que foi no porto de Pisa que São Pedro desembarcou para pregar o Evangelho em direção à Roma.

Fornacette é uma pequena cidade localizada no centro principal da Toscana. Ela não tem muitos atrativos turisticos, mas é ideal para quem quer se hospedar em algum agriturismo e também para aqueles que não tem muito tempo para desfrutar a região.

Sua localização é privilegiada, fica a poucos quilometros das principais cidades turisticas da Toscana. Pisa, cerca de 15 km; Montecatini, cerca de 29 km; San Gimignano,cerca de 44 km; Firenze, cerca de 56 km; Siena cerca de 73 km; Entre outros.

Capannoli é um pequeno município da provincia de Pisa, ocupa uma área de 22,7 Km2 e está distante da capital da provincia cerca de 25km e de Firenze, por volta de 50Km a sudoeste.

Possui um museu zoológico e um arqueológico na Villa Baciocchi, coração do seu centro histórico.

De Capannoli a Volterra. Por uma estrada margeando outras tantas cidades belas da região seguiremos até uma cidade que mergulhada em lendas e mistérios, fascinam tantas pessoas.

Volterra é uma cidade pertencente, também, à provincia de Pisa. Ocupada e protegida pelos etruscos durante os séculos 8 a 4 a.C. era então chamada de Velathri. Mais tarde com a prospera ascenção dos seus habitantes, devido à mineração, os metais e comercio foi atacada e tomada pelos romanos que depois em comunhão com os próprios habitantes locais a protegeram dos demais povos que a queriam conquistar.E então chamada de Volaterrae e depois Volterra.

Porém nos anos 80 a.C a cidade foi saqueada e praticamente destruida. E com a queda do Império Romano durante a Idade Média. foi dominada por bispos que costumavam usar a igreja de San Felice para fazer exorcismo e tratar doenças. Até hoje conserva o aspecto medieval, com ruas estréias, muros altos, casas-torres, palácios e igrejas.

Suas lendas e mistérios são sobre vampiros. Possuí muitos restaurantes e lugares para passeios que reforçam essas histórias, como é o caso do Museu de Arte Sacra, alé de seus muros e palácios que também envolvem-se nesse ar misterioso.

Cenário de muitos filmes com esse mesmo tema,Volterra se reafirma cada vez mais uma terra lendária. O mais atual foi a adaptação para o cinema, obra da escritora Stephenie Meyer, “Lua Nova”, segundo livro de “Crepúsculo”, onde os “Venturo”, espécie de familia real de vampiros, habita os subsolos da cidade.

Da cidade dos Vampiros para a cidade das construções de tijolos antigos. Essa é Casole d’Elsa, pequena cidade etrusca construida com tijolos em cima de uma colina com vista panoramica privilegiada para os seus arredores.

Sua forma é como a de uma pêra, e, como quase que a totalidade das cidades da região, é protegida por uma muralha que por vezes se confunde com as suas construções. Foi uma cidade que por um tempo ficou em poderio dos bispos de Volterra.

Possui uma rua principal que a corta em sua totalidade de norte a sul. Onde, antes da Segunda Guerra Mundial, podiam ser vistas as passagens, “Porta Rivellino” ao sul e “Porta ai Frati” ao norte.

Essas foram as nossas primeiras pedaladas pela 7ª etapa do Giro pela Toscana, amanhã a terminaremos e depois iremos para o ultimo pedaço de todo o evento que passará pela Região, o início da 8ª etapa que começa em Montalcino.

Até as próximas curvas!! Mas não deixem de visitar nosso mapa do “Giro d’Italia” na Toscana. Hoje vocês podem ver as cidades dos posts anteriores e as de hoje com o ícone de um ciclista significando que já passamos por elas, as de amanhã ainda estão com um ícone vermelho de atenção.

Até lá!!

Anúncios

Responses

  1. Como posso ter acesso a essas cidades, sem ser de CARRO, é possivel????preciso muito dessa informação, grata
    Beth

    • Olá Beth,
      bem vinda ao blog.
      O Trem é uma boa pedida se você quer ir à muitas cidadezinhas. Ele para em várias. Mas há também os ônibus que vão mais direto, é só ter Firenze como ponto principal.

  2. Vou a Lajatico / show do Bocelli na Toscana. Qual a cidade que posso hospedar-me ??? e como nos locomovermos nesta regiao??? Vale a pena locar um carro???

  3. Ola, adorei esse blog! Quantos dias seria suficiente pra conhecer a regiao da toscana? Tenho que agendar os hoteis com antecedencia? Desculpe estar lhe perguntando, eh que sera minha primeira vez na Italia. Estou pensando em alugar um carro em Roma e seguir pra toscana. Seria uma boa ideia? Ouvi dizer que algumas cidades na Italia nao entra-se de carro. Desde ja agradeco. Abraco


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: